logo

BrazilHealth
Fazer login
Estudos Comprovam: Chocolate faz bem ao coração!

Anthony L. Komaroff, M.D, Editor in Chief, Harvard Health Letter
Publicado em 12/09/2017 - Atualizado em 12/09/2017


Afinal, o chocolate é saudável para o coração?

Constantemente lemos notícias que dizem que o chocolate faz bem para a saúde do coração. Isso é bom demais pra ser verdade?

Não é bom demais para ser verdade, mas calma, também não é tão simples assim. Estudos já mostraram que os alimentos derivados do grão do cacau - em particular, o chocolate amargo, que tem maior teor de cacau do que o chocolate ao leite - são, de fato, saudáveis para o coração.

O chocolate é feito do cacau, gorduras de cacau e outros ingredientes em proporções variadas. Mas o ingrediente poderoso e saudável reside potencialmente em compostos de plantas chamados flavanol, que são particularmente abundantes nas sementes da cacaueira. Depois de serem raspados de uma casca externa resistente, os grãos de cacau são fermentados, secos, assados ??e moídos em pó de cacau que podem ser usados ??em alimentos e bebidas.

Muitos estudos sobre flavanóis de cacau demonstraram efeitos cardiovasculares positivos, incluindo redução da pressão arterial, aumento do fluxo sanguíneo para o cérebro, melhora nos níveis de colesterol, redução de processos  inflamatórios e combate a resistência à insulina.

A coisa certa

Segundo o Dr. Sesso, a ingestão ideal de flavanóis de cacau para benefícios vasculares pode variar de 450 a 900 miligramas por dia. Mas como a maioria dos fabricantes de chocolate não lista o conteúdo de flavanol em seus rótulos, avaliar os benefícios potenciais para a saúde de um item de comida específico não é uma tarefa fácil.

Mas como regra geral, o chocolate amargo tem mais cacau e, portanto, mais flavanóis do que o chocolate ao leite.

 

Guia do Chocolate

Componentes sólidos do cacau - a parte sem gordura do grão de cacau - são uma rica fonte de flavanóis, enquanto a gordura de cacau (manteiga de cacau) não possui nenhum. Veja como os produtos de chocolate diferem:

Cacau em pó. Grãos de cacau que são fermentados, torrados e esmagados em uma pasta. Após a remoção da gordura, os pedaços são moídos em pó fino.

Pedacinhos de cacau. Partículas sólidas que são raspadas dos grãos de cacau fermentados e assados. Eles têm textura crocante como a de uma noz e um sabor achocolatado (porém não doce).

Chocolate Amargo. Um produto sólido de chocolate feito de cacau em pó, manteiga de cacau e geralmente açúcar. Os rótulos dos pacotes geralmente indicam a porcentagem de cacau no chocolate amargo.

Chocolate ao leite. Um chocolate mais cremoso composto de cacau em pó, manteiga de cacau, soro de leite de leite e açúcar. Geralmente tem mais açúcar e menos cacau em pó do que o chocolate amargo.

Chocolate branco. Tecnicamente não é chocolate, pois é feito de gordura de cacau, soro de leite, açúcar e outros aromas. Não possui flavanol.

Portanto, façam as melhores escolhas e desfrutem com moderação, pois o equilíbrio é a chave para uma vida saudável!

 

 Esse conteúdo têm caráter meramente informativo. Ele não substitui o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos e outros especialistas. Em caso de problemas de saúde, procure seu médico.

BrazilHealth
Angioplastia Coronária - Dr. Jose Armando Mangione
Você sabe o que é a angioplastia? Trata-se de um procedimento não cirúrgico que visa a revasculariza...

12 Dicas para manter a saúde do seu coração - Dr. Otávio Celso Eluf Gebara
Essas dicas são simples e fáceis. Não perca mais tempo! Coloque-as em prática e mantenha a saúde do ...

Ataque Cardíaco ou Parada Cardíaca: O QUE FAZER? - Dra. Denise Hachul
Reconhecer os sintomas e seguir para um hospital imediatamente pode ser a diferença entre a sobreviv...

10 Hábitos Prejudiciais ao Coração - Dr. Otávio Celso Eluf Gebara
As doenças cardiovasculares ocupam o primeiro lugar no ranking das principais causas de óbitos no Br...

Colesterol e a Saúde do Coração - Flávio Passos
“Colesterol” é uma daquelas palavras que escutamos constantemente, mas que de fato poucos compreende...

BrazilHealth