logo

BrazilHealth
Fazer login
11 Dicas para driblar o estresse!

Dr. Otávio Celso Eluf Gebara, Cardiologia
Publicado em 24/07/2017 - Atualizado em 27/07/2017


Felicidade é BOM para o coração.  Ela se associa a bons hábitos, libera hormônios que são protetores para o sistema cardiovascular.

 

Tristeza e depressão:

A depressão – mal que acomete  duas vezes mais mulheres do que homens-- leva a alterações no sono e à irritabilidade. Juntas, elas acendem o estopim do sistema nervoso simpático, aquele que mantém o corpo em alerta, aumentando a pressão e acelerando os batimentos cardíacos. Não raro, isso é o que basta para o coração bater fora de compasso – quadro que nós médicos conhecemos como  arritmia e que pode se tornar perigoso.  Além disso, a depressão se associa a maus hábitos tais como o sedentarismo, alimentação em excesso e o tabagismo, todos inimigos do sistema vascular. A própria depressão ativa o sistema inflamatório que vai acelerar o processo de aterosclerose (depósito de gordura nas artérias).

 

Estresse:

Ativa o sistema nervoso simpático, que libera adrenalina e noradrenalina, que aceleram o coração e aumentam as chances de arritmias e espasmos nas artérias do coração. O estresse libera também o hormônio cortisol que além de alterar o bom funcionamento dos vasos, altera o metabolismo de gorduras e açúcares.

 

 

11 Dicas para driblar o estresse

Estas são as nossas dicas para você aliviar o impacto de um dia-a-dia estressante antes que isso atrapalhe a sua saúde.

1) Reconheça suas limitações –. Procure não se preocupar excessivamente com aquilo que não está em suas mãos.

2) Compartilhe suas preocupações – Parece conselho de manuais de auto-ajuda, mas acredite que conversar com alguém capaz de lhe ouvir e dar palpites ajuda bastante, como se o peso não ficasse exclusivamente em suas costas.

3) Pratique atividade física – Não podemos deixar de repetir essa dica. Você já sabe que os exercícios fazem o seu cérebro liberar substâncias que auxiliam no relaxamento.

4) Sorria mais induzem o cérebro a produzir neurotransmissores ligados ao bem-estar.

5) Procure meditar.  Fique só, em silêncio, na penumbra, pensando só em coisas boas. Sim, seus pensamentos influenciam demais na química cerebral.

6) Descanse – Insônia e tensão só geram mais e mais estresse. Então, dê um tempo...

7) Divirta-se –O lazer é uma medida preventiva inigualável quando falamos em saúde cardiovascular.

8) Seja ainda mais sociável. Interagir com amigos, familiares ou colegas de trabalho ajuda a espantar a tristeza e a depressão, que são notórias inimigas do coração.

9) Organize suas atividades - Fazer tudo ao mesmo tempo provoca um nervosismo tremendo. Faça uma coisa de cada vez, dando prioridade às tarefas que são de fato mais urgentes. Planeje.

10) Respire corretamente- Sente-se confortavelmente. Feche os olhos e inspire, contando até seis. Prenda o ar por mais seis segundos, e expire, bem devagar. Esse é um ótimo exercício de relaxamento.

11) Durma bem – Para um bom sono, feche os olhos e os movimente para cima. Faça uma contagem regressiva de 30 a zero. Repita o procedimento quantas vezes precisar. Logo, você sentirá o resultado.

BrazilHealth
Obesidade e Cirurgia Bariátrica - Dr. Alexander Morrell
Hoje, aproximadamente 6oo milhões de pessoas no mundo são obesas. Destas, quase 30 milhões somente n...

Dos transtornos alimentares à realidade - Dr. Maurício Hirata
A divulgação de padrões comportamentais e estéticos irreais pelas mídias sociais tem sido uma das pr...

Preocupações com a saúde sexual - Editorial
Os problemas sexuais são muito comuns, mas muitas vezes somos influenciados por uma imagem exagerada...

Diabetes: Mitos e Verdades - Editorial
Muito se lê e ouve falar sobre a diabetes e as vezes não sabemos o que é verdadeiro e o que falso. A...

Como o diabético pode ter melhor qualidade de Vida - Dr. Maurício Hirata
Há 30 anos o rótulo ‘Diabetes’ era praticamente uma sentença de morte lenta e dolorosa. Mas hoje em ...

BrazilHealth