logo
BrazilHealth
Fazer login
Home  >  Videos e artigos  >  Você já ouviu falar em Dry Needling?
Você já ouviu falar em Dry Needling?

Prof. Dr. Bruno Berselli , Fisioterapia
Publicado em 13/07/2017 - Atualizado em 28/05/2018



Pois é essa nova técnica q chegou e vem conquistando muitos adeptos pelo seu grande poder de resolver dores irradiadas.


O dry needling consiste na aplicação de agulhas em pontos gatilhos (pontos dolorosos) que já estão pré-determinados por um mapeamento feito pela médica americana Janet Graeme Travell, M.D., em 1920.

A técnica é realizada com agulhas de acupuntura mas tome cuidado porque não é a mesma coisa. Na técnica do dry needling a agulha não pode permanecer inserida no paciente por longo tempo, ela é retirada imediatamente após se atingir as respostas do estímulo do ponto gatilho ou seja, a aplicação dura cerca de 5 segundos em cada ponto. Outro fator que diferencia é que a aplicação é feita de acordo com a característica da dor que tem um padrão, perfil para ser indicado o agulhamento, já na acupuntura a avaliação é feita pela análise de pulso e língua observando assim os meridianos para saber se estão com excesso ou falta de energia.

O agulhamento é feito sempre com agulhas descartáveis e a aplicação deve ser a mais direta e precisa possível. Para isso o fisioterapeuta deve ter conhecimentos sobre padrão de dor e biomecânica para ter o reconhecimento do fator mecânico que gera o ponto gatilho.

Mas a terapia não se encerra aí, o agulhamento é só o começo, principalmente se a dor for crônica, ou seja, com mais de 3 meses de duração. Nesse caso o fisioterapeuta precisa reestabelecer o padrão cognitivo comportamental através de atividade física ou de propostas de mudança de perfil de comportamento.

É aí que o fator multi-profissional entra em ação e parcerias com um psicólogo e um educador físico se tornam fundamentais para se estabelecer um programa de qualidade de vida para o paciente. Nessa nova rotina o paciente aprende a tomar as devidas precauções que evitarão o retorno da dor.

Os resultados desta técnica são incríveis para os diagnósticos de dor irradiada por ponto gatilho, as pessoas se surpreendem muito com a forma rápida de diminuição da dor e com a velocidade da volta às atividades do dia a dia.

Deixe um comentário
Foto
Comentários
BrazilHealth
Mais Lidos
Diferença entre limpar e umidificar o nariz. - Dr. Paulo Mendes Jr
Você sabe a diferença entre limpar, umidificar e aliviar o nariz? Especialista explica qual o melhor...

Corte no dedo: O que fazer? - Prof. Dr. Alvaro Cho
O corte no dedo é um dos principais acidentes domésticos do dia-a-dia. Os cortes ocorrem nas mais va...

Marcapasso Cardíaco - Dra. Denise Hachul
Os marcapassos ajudam as pessoas que possuem ritmo cardíaco lento ou irregular a levarem vidas norma...

O que é Medicina Integrativa? - Editorial
Na contramão da medicina tradicional e ortodoxa, terapias alternativas estão ganhando cada vez mais ...


Relacionados
Mastectomia, cirurgia preventiva. Quando fazer? - Antônio Luiz Frasson
Você sabe quais são os tipos de mastectomia? Quando ela é indicada? Quando é indicada a remoção das ...

Práticas Esportivas nas Férias - Dr. Yuri Galeno
Recesso escolar e verão são palavras que combinam com práticas esportivas. Confira essas dicas antes...

Higiene Bucal: da "maternidade" à terceira idade - Dr. Mauro Teixeira
Uma boa higiene bucal traz inúmeros benefícios a saúde e pode ser iniciada à partir do 3 mês de vida...

Arritmias Cardíacas e suas Possíveis Abordagens - Dra. Denise Hachul
Entenda o que é a arritmia, as causas, os tipos, tratamentos e cirurgias.

BrazilHealth